west_banner_sitebanner_rcabanner_sumi
Notícias

Medicina Veterinária do UNIFESO realiza ação de Saúde no Vale da Revolta

O Centro de Ciências da Saúde (CCS) do Centro Universitário Serra dos Órgãos (UNIFESO) realizou no dia 27 de setembro uma ação de Saúde na localidade do Vale da Revolta, em Teresópolis, contando com a participação do curso de Medicina Veterinária junto com a Divisão de Vigilância Ambiental da Secretaria Municipal de Saúde de Teresópolis.

 

“Foram realizadas atividades de Educação em Saúde e vacinação antirrábica canina e felina, inclusive como parte da divulgação do dia Mundial da Raiva – celebrado no dia 28 de setembro – como parte do controle da Raiva Urbana”, contou o professor André Vianna Martins, coordenador do curso. Cerca de noventa animais receberam a imunização.

 

De acordo com a professora Cecília Riscado Pombo, coordenadora da Liga Acadêmica de Saúde Pública e Medicina Veterinária do Coletivo (LASPMVC) que acompanhou os estudantes no evento, a Medicina Veterinária está inserida na Saúde Pública em função dos conhecimentos relacionados às várias questões ligadas à saúde humana e animal, dentre elas a Zoonoses (as doenças transmitidas dos animais para o homem, como verminoses, raiva e leptospirose), a inspeção de alimentos, que engloba os produtos de origem animal que podem ser veiculadores de doenças se não forem manipulados, processados e armazenados da forma correta) e o Meio Ambiente (questões relacionadas à contaminação que podem estar inseridas no ciclo de saúde – doença em locais de baixo ou nenhum saneamento básico).

 

“Esta promoção de eventos sociais com a participação de médicos veterinários é importante para levar conhecimento aos moradores de regiões com condições sociais desfavorecidas, fazendo ações preventivas quanto às doenças que podem ser transmitidas por animais de companhia, alimentos não aptos para consumo, descarte de lixo de forma adequada para diminuir a presença de ratos, que são transmissores da leptospirose”, disse professora Cecília. Ainda de acordo com ela, “a prevenção em saúde tem como objetivo melhorar a qualidade de vida da população e tem como consequência a diminuição da procura dos postos de saúde e hospitais pois a população fica menos doente”.

 

Para a estudante Julliana Moraes, presidente da LASPMVC, “o profissional deve participar de ações de prevenção visando a educação por meio da informação, buscando experiência de abordagem com o próximo e principalmente com visão interdisciplinar e integrada na abordagem profissional na atenção à saúde da população”.

west_banner_site
Clique para Comentar

Deixe uma Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mais Acessadas

To Top