Notícias

Centro de Informações Turísticas de Teresópolis é reformulado

O Centro de Informações Turísticas Tancredo Neves (CIT) de Teresópolis está sendo reformulado. O espaço foi ampliado com a retirada de divisórias, ganhou banners de sinalização (em Português, Inglês e Espanhol) e conta com duas exposições: “Memórias da Cidade – A História de Teresópolis Contada Através de Fatos e Imagens” e “Teresópolis, casa da Seleção”. Um estande do Parque Nacional Serra dos Órgãos expõe alguns exemplares da fauna local trabalhados em taxidermia (empalhe).

Com painéis intitulados “As Origens”, “A Colonização”, “Ilustres Desbravadores” e “A Cidade dos Festivais”, além da exposição “Memórias da Cidade” que foi organizada pelo Serviço de Patrimônio Histórico da Secretaria de Cultura e pontua interessantes episódios da história do município.

“Teresópolis, casa da Seleção” traz ilustrações, fotografias originais, documentos e objetos, narrando a trajetória da Seleção Brasileira em Teresópolis. A mostra conta desde a criação da antiga Confederação Brasileira de Desportos (CBD), passando pela transformação em CBF, as primeiras vindas da seleção a Teresópolis, a construção do Centro de Treinamento Heleno Nunes, na Granja Comary, e as delegações que passaram pela cidade desde então. As duas mostras já estiveram abertas à visitação na Casa da Memória Arthur Dalmasso, sede da Secretaria de Cultura, e agora, estão expostas no CIT do Soberbo.

Com 75 anos de existência, o Parque Nacional da Serra dos Órgãos é uma das principais referências turísticas do município e do estado.  Tamanduá Mirim, quati, irara, furão e o conhecido gambá são alguns dos moradores do Parnaso expostos na mostra, além de dois exemplares de saguis. A diretoria da unidade de conservação frisou que os animais são provenientes de acidentes na estrada ou situações semelhantes e somente por isso foram utilizados neste processo, até mesmo para conscientização e prevenção de futuros acidentes.

Além disso, há uma maquete do Parque Natural Municipal Montanhas de Teresópolis. Criado em julho de 2009, o parque possui em seu território uma exuberante cadeia de montanhas, com destaque para as Pedras da Tartaruga, do Camelo e do Arrieiro, além de uma área rica em fauna e flora nativas da Mata Atlântica e várias nascentes.

Outra atração do CIT é a Feira de Artesanato do Grupo Economia Solidária, que acontece aos sábados e domingos. O local tem ainda um tótem eletrônico que permite o acesso, gratuito, em português, inglês e espanhol, a todas as informações dos locais mais visitados do município. O serviço faz parte do projeto da Secretaria de Estado de Turismo desenvolvido em parceria com o Proderj – Centro da Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado e a TurisRio – Companhia de Turismo do Estado do Rio de Janeiro -.

A visitação ao CIT pode ser feita de segunda a sexta, das 9h as 18h, e nos finais de semana, das 10h as 18h.

Fonte: G1 Região Serrana

west_banner_site
Clique para Comentar

Deixe uma Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mais Acessadas

To Top